O GCK, sede e espaço de trabalho da estrutura de criação e investigação artística KARNART desde 2014, situa-se no número 168 da Av. da Índia, a Belém, em Lisboa, e é composto por gabinete de curiosidades, salas de exposição, cafetaria, um centro de documentação e vários gabinetes de trabalho. Nele se desenvolvem iniciativas de âmbito artístico, científico, ecológico ou social.

As expressões “gabinete de curiosidades” e “quarto das maravilhas” designam os lugares onde, durante a época das grandes explorações e descobrimentos dos séculos XVI e XVII, se colecionava uma multiplicidade de objetos raros ou estranhos dos três ramos da biologia considerados na época: animal, vegetal e mineral. 

Os gabinetes de curiosidades apareceram, portanto, durante o Renascimento na Europa, e são os antecessores diretos dos museus de Arte e de História Natural, tendo tido um papel fundamental para o desenvolvimento da ciência moderna. 

Inspirando-se naquele conceito, a Karnart – estrutura que no seu trabalho artístico recorre frequentemente a objectos de Naturalia – designou a sua colecção de objectos peculiares como Gabinete Curiosidades Karnart. 

Na exposição que no GCK se pode visitar, a Karnart instala meticulosamente o seu espólio em vitrines e armários, agrupando-o em núcleos temáticos: geológico, botânico, anatómico, marinho, de antiguidades e de artesanato genuíno português. 

Nenhum objeto desta colecção foi recolhido de forma danosa para o planeta, ou explorou de alguma forma os artesãos envolvidos.


VISITAS GUIADAS
ao espaço do GCK e aos objetos com alma do pólo-museu da colecção Karnart


Diariamente pelas 14h, 16h e 18h

Duração aproximada: 60 minutos

PREÇÁRIO

MARCAÇÃO PRÉVIA

1 Visitante  € 20,00
Visitantes € 10,00
Visitantes  € 7,00
4 Visitantes  € 5,00

RESERVA OBRIGATÓRIA 48h

5 Visitantes € 4,50
Visitantes € 4,00
7 Visitantes € 3,50
8 Visitantes € 3,00
Visitantes € 2,50
10 Visitantes € 2,00

Marcações, reservas e grupos superiores a 10 pessoas ou Escolas

(00 351) 914 150 935 - geral@karnart.org

AVENIDA DA ÍNDIA 168, 1400-207 LISBOA | BELÉM





Luís Castro, entrevista por Pedro Mendes para o "Coffeepaste" 
(portal da comunidade das Artes), no dia 2018.07.26.

Translate