O programa de Criação com que KT foi apoiada pelo Ministério da Cultura/DGArtes para o biénio 2020-21, na área de Cruzamento Disciplinar, alicerça-se em quatro grandes temas que alinham preocupações reflectidas pelo passado criativo da estrutura e as afinam rumo ao futuro.

Esses temas estão organizados temporalmente em quatro Ciclos:  PASSADO E PRESENTE, primeiro semestre de 2020; CIÊNCIA E TECNOLOGIA, segundo semestre de 2020; AMBIENTE E PATRIMÓNIO, primeiro semestre de 2021; ARTES E LETRAS, segundo semestre de 2021.


CICLO PASSADO E PRESENTE
2020, Semestre 1 | apresentações no GCK

Com conceito e direcção de Luís Castro, este ciclo de matriz autoral permite a inspiração momentânea e a produção imediata, respondendo ao vivo e no momento a estímulos de ordem social, política ou ecológica. Formado por cinco pequenas peças de perfinst que reflectem um passado e perspectivam um futuro, é o mais aberto dos quatro ciclos e encontra eco em criações passadas como Lopano (2001), Velando (2003), OPNI’s (2006), CAM (2012) ou Quimeras/Idílio (2019).


M I S T É R I O   E C O
28 de Janeiro a 1 de Fevereiro de 2020 às 20h


MISTÉRIO ECO
Janeiro, 28 a Fevereiro, 01
O espaço será, neste perfinst, objecto de visitas nocturnas de atmosfera sombria, envolvência erótica e mensagem ecológica. Recorrendo à ambiência dos filmes de terror ou à dinâmica das “casas de susto” dos parques de diversões, uma excêntrica anfitriã interpretada por Xana Lagusi liderará um trajecto misterioso até ao polo-museu do Gabinete Curiosidades Karnart no qual, por via de peças icónicas da colecção de naturalia da KT, se centrará a narrativa em questões de sustentabilidade, alterações climáticas, extinção de espécies, responsabilidade ecológica, etc..




_____________________________________




O GCK, sede e espaço de trabalho da estrutura de criação e investigação artística KARNART desde 2014, situa-se no número 168 da Av. da Índia, a Belém, em Lisboa, e é composto por gabinete de curiosidades, salas de exposição, cafetaria, um centro de documentação e vários gabinetes de trabalho. Nele se desenvolvem iniciativas de âmbito artístico, científico, ecológico ou social.

As expressões “gabinete de curiosidades” e “quarto das maravilhas” designam os lugares onde, durante a época das grandes explorações e descobrimentos dos séculos XVI e XVII, se colecionava uma multiplicidade de objetos raros ou estranhos dos três ramos da biologia considerados na época: animal, vegetal e mineral. 

Os gabinetes de curiosidades apareceram, portanto, durante o Renascimento na Europa, e são os antecessores diretos dos museus de Arte e de História Natural, tendo tido um papel fundamental para o desenvolvimento da ciência moderna. 

Inspirando-se naquele conceito, a Karnart – estrutura que no seu trabalho artístico recorre frequentemente a objectos de Naturalia – designou a sua colecção de objectos peculiares como Gabinete Curiosidades Karnart. 

Na exposição que no GCK se pode visitar, a Karnart instala meticulosamente o seu espólio em vitrines e armários, agrupando-o em núcleos temáticos: geológico, botânico, anatómico, marinho, de antiguidades e de artesanato genuíno português. 

Nenhum objeto desta colecção foi recolhido de forma danosa para o planeta, ou explorou de alguma forma os artesãos envolvidos.






O gabinete pode ser visitado mediante reserva com 48h de antecedência
Reservas: 914 150 935 / geral@karnart.org





_____________________________________

Translate