PÓLO RURAL

APRESENTAÇÃO E INTENÇÕES

A KARNART C. P. O. A. A. é uma estrutura profissional sediada em Lisboa que desenvolve um trabalho artístico de pesquisa, que cruza as artes performativas com as artes visuais na prossecução de um conceito original denominado Perfinst (neologismo formado a partir das palavras Performance e Instalação).

A KARNART decidiu complementar a sua linha de trabalho urbano com a criação de um pólo rural, numa zona do país onde subsista uma forte identidade cultural e se possam criar condições para o desenvolvimento de uma investigação performativo/plástica activa.

Para este efeito tem procurado parceiros, autárquicos e institucionais, que possam contribuir para a consolidação de um espaço, preferencialmente no campo, onde as equipas possam permanecer uma parte ou a totalidade do ano em trabalho de residência dramatúrgica, de criação, de organização, de ensaios, etc.

Esta parceria seria firmada por um protocolo de média/longa duração e consistiria, por parte da autarquia acolhedora, na cedência do espaço para localização do projeto – além de um eventual apoio logístico e/ou financeiro em condições a acertar –, por parte da KARNART em contrapartidas que fossem consideradas justas.

Para além da vontade de descentralizar parte da sua actividade, e da necessidade de encontrar um local de trabalho em partilha com a Natureza que favoreça a concentração necessária à pesquisa dramatúrgica, à criação de projectos e à reflexão artística, a KARNART pretende, a longo prazo, gerar um centro cultural eco e auto sustentável onde desenvolva projectos que envolvam as populações do concelho, promovam e difundam a cultura artesanal local, a cultura dramatúrgica nacional e culturas vanguardistas ligadas à pesquisa artística, num trabalho de fundo que possa acolher profissionais nacionais ou internacionais com experiências de vida, ou trabalho, semelhantes.

Pretende-se também implementar na região um trabalho de investigação que possa contribuir para o desenvolvimento do património cultural local, e encontrar novas linguagens a partir do cruzamento do tradicional com a abordagem estético/artística que a estrutura persegue. Exemplo desta ideia, que de alguma forma pode ser considerado o seu embrião, é o projecto PORTUCALIDADES (2000/2003) cujo objectivo foi reflectir o Ser Português através do entrosamento da prática artística ao nível performativo e plástico, com diversas formas de cultura popular portuguesa (sobretudo algum artesanato e cancioneiro em vias de extinção). Com este projecto pretendeu-se também, no contexto da completa integração na União Europeia, chamar a atenção para o património português (a nível humano, artístico e geográfico) com o objectivo de sublinhar o que define a nossa identidade.



Para ler salve no seu computador e abra  com um programa de visualização de imagem.

Translate